quinta-feira, 27 de junho de 2013

ALIMENTAÇAO SAUDAVEL 


Todos os pássaros devem receber uma alimentação a base de sementes e vitaminas para estarem saldáveis para a criação 
ALPISTE LIMPO E POLIDO
 
Alpiste (Phalaris canariensis)
Grão rico em carboidratos. Ao contrário do que seu nome em inglês "canaryseed" sugere, este grão não é usado somente para canários, sendo, entretanto o principal componente da maioria das misturas de grãos para pássaros. Seu uso principal é nas misturas de grãos para canários, pássaros exóticos, pássaros silvestres, periquitos e periquitos grandes.

AVEIA DESCASCADA


Aveia sem casca (Avena sativa)
Grão rico em carboidratos, de ótima palatabilidade e digestibilidade, portanto ingerido com muito gosto e facilidade por pássaros no ninho. Em quantidades demasiadas pode levar ao acúmulo de gordura, principalmente em canários. Seu uso principal é nas misturas de grãos para canários

CÂNHAMO


Cânhamo (Cannabis sativa)
Grão inativado da planta Cannabis sativa. É rico em extrato etéreo (óleos) e proteína. Contém THC, que estimula o interesse sexual nos pássaros. Deve-se cuidar para que não haja exageros na quantidade de cânhamo oferecida aos pássaros, para evitar-se constipação e excessiva excitação dos animais. Seu uso principal é nas misturas de grãos para canários,

COLZA PRETA


Colza (Brassica rapa)
Grão rico em proteína e extrato etéreo (óleos), de sabor um pouco amargo. É o mais importante grão numa mistura para canários, pois seu elevado teor de extrato etéreo (óleos) promove uma excelente saúde e um canto melodioso. Pode levar à adiposidade, se usado em demasia. Seu uso principal é nas misturas de grãos para canários, pássaros exóticos e pássaros silvestres. Esta foto da Colza se refere à Colza fresca, geralmente as que são vendidas em aviculturas comuns são pretas não azuladas como as da foto, mas que também servem para a alimentação de Pássaros canoros, mas não possuem as mesmas propriedades nutritivas.

LINHAÇA


Linhaça (Linum usitatissimum)
Grão da planta do linho. É rico em proteínas e extrato etéreo (óleos), principalmente do grupo Omega 3, essencial para uma excelente plumagem. Possui propriedades terapêuticas, melhorando o trânsito do bolo alimentar no tubo digestivo e contribuindo para uma melhor digestão. Seu uso principal é nas misturas de grãos para canários

NÍGER


Níger (Guizotia abyssinica)
Grão rico em extrato etéreo (óleos) e proteínas. Devido a sua excelente palatabilidade, este grão é muito apreciado por diferentes tipos de pássaros. Seu uso principal é nas misturas de grãos para canários, pássaros exóticos, pássaros silvestres

PERILA BRANCA (comum)


Perila (Perilla frutescens)
É conhecida também como "a semente da saúde". Grão rico em extrato etéreo (óleos), principalmente do grupo dos Omega 6 e Omega 3. Importante na promoção de um canto melodioso e uma plumagem exuberante. Seu uso principal é nas misturas para curiós e outros pássaros silvestres, canários e pássaros exóticos. É o melhor grão e o mais importante para os pássaros, seu uso não pode ser excessivo.
PERILA CAFÉ


Perila (Perilla frutescens)
É conhecida também como "a semente da saúde". Grão rico em extrato etéreo (óleos), principalmente do grupo dos Omega 6 e Omega 3. Importante na promoção de um canto melodioso e uma plumagem exuberante. Seu uso principal é nas misturas para curiós e outros pássaros silvestres, canários e pássaros exóticos. É o melhor grão e o mais importante para os pássaros, seu uso não pode ser excessivo.
LEMBRE-SE DE QUE GRÃOS GORDUROSOS (como a Colza, Linhaça, Níger, Perila, Cânhamo, Nabão...) NÃO DEVEM SER ADMINISTRADOS EM QUANTIDADE EXCESSIVA (principalmente no Verão).

S E M E N T E S

Alpiste: Como já sabemos o alpiste é a principal semente usada na dieta do canário, é rica em hidrato de carbono, proteínas, vitaminas B1 e E, etc. Os hidratos de carbono produzem calorias, mantendo a saúde da ave, facilitando o digestão.
[aveia]
 
Aveia: Também é uma semente rica em hidrato de carbono exercendo ação benéfica sobre o aparelho digestivo, semelhante ao grão de trigo e arroz com casca.  
Colza: Uma semente rica em proteínas, ótima para o desenvolvimento da glândula tireóide, músculos, penas, vísceras, tendões, possui ainda hidrato de carbono, vitaminas, uma semente oleosa e gordurosa, semente de cor escura, em forma de esfera.  
Níger: Como a colza esta também é uma semente escura e comprida, é recomendada mais na época de criação mas podendo ser fornecida o ano todo, também possui bastante óleo, sendo um bom fortificante das matérias corantes dos canários.  
Linhaça:Também é bastante oleosa, rica em proteínas, é recomendada ser fornecida as aves na época de muda de pena, pois acentua o brilho das penas.  
Nabão: É utilizado também nos canários de canto, uma semente macia, é bem oleoso, rica em gordura e hidrato de carbono.  

Descrevemos as principais sementes usada na alimentação dos canários, existe outras sementes que são empregadas na alimentação dos canários, além de serem difíceis de serem encontradas no mercado elas agem com as mesmas condições vitaminicas delas na alimentação do canário obedece certas necessidades biológicas, sendo substituídas estas carências pelas farinhadas com ovo, óleo de fígado de bacalhau.

 
[composição nutrientes] 
C O M P O S I Ç Ã O   D E   N U T R I E N T E S   D A S   S E M E N T E S 

Sementes
Hidra.carbono
Gordura
Proteínas
Fibras
Vitaminas
Alpiste
62
51
11
06
B1,E
Aveia 
63
06
10
11

Colza
21
41
19
05
A
Níger
20
37
20


Linhaça
20
37



Nabão
22
41
19
05

Particularmente administro a seguinte dosagem para meus canários: 

Primavera
Verão
Outono
Inverno
Alpiste
500
700
400
400
Aveia
200
200
100
150
Colza
100
100
100
150
Níger
200
100
150
200
Nabão
150
150
150
200
Linhaça
50
100
100
50
       obs: as dosagens estão em gramas. 
 [areia] 
Areia: Como nós criadores sabemos que as aves em geral não possuem dentes, como nos canários o processo de digestão ocorre quando os músculos da moela se contraem triturando os grãos de alimento ingeridos, é nesse processo que a areia desempenha um papel fundamental. É a areia que permite a "trituragem" que antecede a digestão se proceda de maneira completa, permitindo que a ave possa extrair do alimento todo o seu valor nutritivo. A areia que é ingerida pela ave vai para moela, fazendo as vezes dos dentes, ajudando a trituragem e digestão dos alimentos. Por esta razão o canário deve sempre ter à sua disposição uma quantidade de areia grossa, lavada e peneirada, se possível; esterilizada e seca ao sol, pode-se acrescentar junto desta areia a casca de ovo que pode ser fervida e moída ou triturado no liqüidificador após secar ao sol por alguns dias, a casca não deve ser triturada muito no liqüidificador para evitar que vire pó, e que fique num tamanho em que o canário possa escolher, onde junto com a areia irá na moela. 
A casca de ovo é uma rica fonte de cálcio o qual é indispensável para a vida das aves. A areia deve permanecer diariamente pois as aves saberão quanto e quando se alimentar.  
[água] 
Água: Como em todos os seres vivos a maior parte que constitue o corpo é água, como não poderia de ser os canários também possuem água em seu corpo 60%. Uma ave pode ficar sem comer e perder suas gorduras e proteínas e ainda sobreviverá, enquanto que a perca de 15% de água resultará em sua morte. 
Os canários deve ter a sua disposição um pote de água para beber e outro para se banhar (já visto em outro capítulo). A água a ser fornecida para o consumo da ave deve ser um água fresca e limpa, livre de impurezas ou mesmo de produtos químicos como cloro, etc; produtos estes que são utilizados no seu tratamento. A água é um dos alimentos que não há substituto, ele só vai ingerir aquela, por este motivo quando tiver de administrar remédios e vitaminas faz-se por via desta, pois a ave será obrigada a ingerir. 
No organismo da ave se faz necessário pois a mesma transporta materiais de uma parte do corpo para outra e executa funções importantes na regulação da temperatura do organismo dos canários. 
A quantidade de água a ser consumida pelos canários em relação aos alimentos chega a ser numa proporção de 3 partes de água para uma parte de alimento ingerido. 
A água deve ser trocada todos os dias, evitando assim o acumulo de limpo nos bebedouros que é prejudicial a ave, evite que fiquem expostos aos raios solares, porque a água esquenta e pode causar diarréia as aves. 
Quanto a água de beber em viveiros e voadeiras estas devem ser colocadas do lado externo como nas gaiolas, se não for possível é aconselhável que não se coloque as vasilhas de água debaixo dos poleiros, para evitar que as aves defequem dentro dos bebedouros, podendo contaminar a água. 
Lembramos sempre fornecer água limpa e fresca as aves e se possível de mina ou poços artesiano, pois temos notado que a água com cloro vem dando diarréia nas aves. Quando houver excesso de cloro na água (notável pelo cheiro forte e pelo paladar), deve-se fervê-la.  
[carvão] 
Carvão: O Carvão vegetal é utilizado como fortificante para os canários, evitando doenças e fornece uma maior resistência as aves, fornecendo ao canário uma vez por mês na seguinte forma: tritura-se o carvão até formar um pó, mistura-se aos poucos o mel puro, até que forme uma pasta farinhada. 

quarta-feira, 26 de junho de 2013

REPRODUÇAO ..E FILHOTES

Após a postura do último ovo, deve-se contar 13 dias para saber o exato momento em que os filhotes começarão a nascer. Alguns criadores costumam substituir os ovos originais por ovos indez (ovos de plástico adquiridos em pet-shop e casas de criação), com o objetivo de fazer os filhotes nascerem ao mesmo tempo para que não haja nenhum problema em relação ao filhote mais novo. Esses ovos originais, devem ser retirados no mesmo dia em que a fêmea botar e colocados em um recipiente contendo sementes para que o ovos fiquem como se estivessem no ninho da fêmea. Estes devem ser virados diariamente para não ocorrer má formação dos filhotes. Assim que a fêmea botar o último ovo, esses ovos originais devem ser recolocados no ninho e a partir daí começa a contagem de 13 dias para podermos ver os primeiros exemplares que nascerão.

É muito importante observar se os pais estão tratando dos filhotes de maneira adequada, para que não haja a morte dos mesmos. Caso perceba que os filhotes não estão sendo alimentados, quem fará o papel de pai será você (Criador) que terá de dar a papinha no bico de cada um, até que estes estejam comendo sozinho. Não é uma tarefa fácil! Mas é muito gratificante saber que os filhotes foram criados por você. Esta papinha pode ser adquirida nos pet-shops. Existem várias papinhas para filhotes.